• Home
  • /
  • PADRÃO DA RAÇA

PADRÃO DA RAÇA

 

TIPO E ALTURA

Eumétrico (peso cerca de 500Kg); mediolinio; subconvexilíneo (de formas arredondadas), de silhueta inscritível num quadrado.

Média ao garrote, medida com hipómetro, aos 6 anos: fêmeas 1,55m Machos 1,60m.

 

PELAGEM

As mais frequentes são a ruça e a castanha, em todos os seus matizes.

 

TEMPERAMENTO

Nobre, generoso e ardente, mas sempre dócil e sofredor.

 

 

ANDAMENTOS

Ágeis e elevados, projectando-se para diante, suaves, e de grande comodidade para o cavaleiro.

 

APTIDÃO

Tendência natural para a concentração, com grande predisposição para exercícios de Alta Escola e grande coragem e entusiasmo nos exercícios de Gineta (combate, caça, toureio, maneio de gado, etc).

 

CABEÇA

Bem proporcionada, de comprimento médio, delgada e seca, de ramo mandibular pouco desenvolvido e faces relativamente compridas, de perfil levemente subconvexo, fronte levemente abaulada (sobressaindo entre as arcadas supraciliares), olhos sobre o elíptico, grandes e vivos, expressivos e confiantes. As orelhas são de comprimentos médio, finas, delgadas e expressivas.

 

PESCOÇO

De comprimento médio, rodado, de crineira delgada, de ligação estreita à cabeça, largo na base, e bem inserido nas espáduas, saindo do garrote sem depressão acentuada.

 

GARROTE

Bem destacado e extenso, numa transição suave entre o dorso e o pescoço, sempre levemente mais elevado que a garupa. Nos machos inteiros fica afogado em gordura, mas destaca-se sempre bem das espáduas.

 

PEITORAL

De amplitude média, profundo e musculoso.

 

COSTADO

Bem desenvolvido, extenso e profundo, costelas levemente arqueadas, inseridas obliquamente na coluna vertebral, proporcionando um flanco curto e cheio.

 

ESPÁDUAS

Compridas, obliquas e bem musculadas.

 

DORSO

Bem dirigido, tendendo para o horizontal, servindo de traço de união suave entre o garrote e o rim.

 

RIM

Curto, largo, musculoso, levemente convexo, bem ligado ao dorso e à garupa, com a qual forma uma linha contínua e perfeitamente harmónica.

 

GARUPA

Forte e arredondada, bem proporcionada, ligeiramente oblíqua, de comprimento e largura de dimensões idênticas, de perfil convexo, harmónico, e pontas das ancas pouco evidentes, conferindo à garupa uma secção transversal elíptica. Cauda saindo no seguimento da curvatura da garupa, de crinas sedosas, longas e abundantes.

 

MEMBROS

Braço bem musculado, harmoniosamente inclinado. Antebraço bem aprumado e musculado. Joelho seco e largo. Canelas sobre o comprido, secas e com tendões bem destacados. Boletos secos, relativamente volumosos, e quase sem machinhos. Quartelas relativamente compridas e oblíquas. Cascos de boa constituição, bem conformados e proporcionados, de talões não muito abertos e coroa pouco evidente. Nádega curta e convexa. Coxa musculosa, sobre o curto, dirigida de modo que a rótula se situa na vertical da ponta da anca. Perna sobre o comprido, colocando a ponta do curvilhão na vertical da ponta da nádega. Curvilhão largo, forte e seco. Os membros posteriores apresentam ângulos relativamente fechados.

 

 

Comunicados
Calendário Nacional e Internacional 2020
Consulte aqui as datas dos eventos onde o Cavalo Lusitano marcará presença em 2020.
Calendário Admissão de Machos e Fêmeas 2020
Consulte aqui as datas e impresso de admissão de Machos e Fêmeas ao Livro de Adultos em 2020.
Notícias
Concurso Nacional Modelo e Andamentos - Golegã 2020
Consulte as classificações do Concurso de Modelo e Andamentos que decorreu de 25 a 27 de Setembro, na Golegã.
Taça APSL de Equitação de Trabalho 2020 - I Jornada
Consulte os resultados da 1 ª Prova que se realizou dias 12 e 13 de Setembro na Companhia das Lezírias.
Filme das Coudelarias Portuguesas da Raça Lusitana
Arrancou hoje, 14 de Setembro, esta série de apresentações. Serão lançados três vídeos por dia nas plataformas da APSL - Facebook e Youtube.
Parcerias
Associações Congéneres
Idioma

Associações e Idioma
Menu
SOCIAL
Facebook Cavalo Lusitano YouTube Cavalo Lusitano